Todos os pais são, aos olhos dos filhos, os seus heróis.

Aquela figura de referência que nos mostra o mundo em pequenos, que serve de inspiração e que parece ter superpoderes.

Aos olhos dos filhos os pais são os maiores e capazes de tudo, mas, e aos olhos da Numerologia? Como se comporta o pai de cada número?

Através do dia de nascimento (reduzido a um dígito), temos 9 estilos de paternidade.

Exemplo.: Pai nascido a dia 25, reduzir a um dígito somando o dia dígito a dígito -> 2+5=7.

 

Pai 1

É o pai que incentiva a experimentar e nos empurra a bicicleta numa rua a descer porque “tu consegues!”.

É o pai determinado, mente fora da caixa, corajoso e que faz de tudo para que seus filhos tenham tudo aquilo que ele não teve.

É costume vê-lo menos acessível por estar meio perdido na sua “agenda” e nos muitos objetivos pessoais que tem.

Por vezes tende a ser mais autoritário, sobretudo quando sente indecisão ou falta de rumo, mas é o primeiro a bater palmas com o sucesso dos filhos.

 

Pai 2

Se há uns tempos víamos o pai 2 a esconder as suas emoções (porque os homens não choram!), hoje em dia o pai 2 é aquele que brinca com os filhos e se permite ser criança junto deles.

Sensível, carinhoso e dedicado, este pai às vezes parece querer tomar quase o lugar da mãe competindo pela atenção dos filhos.

Emociona-se facilmente o que, por vezes, pode fazer com que seja difícil para os filhos gerir tanta emoção e, eventualmente, sentirem que precisam de cuidar do pai.

 

Pai 3

O pai desta vibração é um sonhador e, dentro de si, há uma parte que nunca deixou de ser criança.

É uma pessoa de palavras, por isso, usa-as com frequência para incentivar e motivar os seus filhos. No entanto, quando anda numa fase de maior cansaço e desmotivação, pode ter dificuldade em mediar as palavras, sem querer.

Gosta de levar os filhos a passear, desfrutar do sol, passeios no parque. Inclui facilmente os filhos nos seus afazeres sociais, criando uma relação de companheirismo inigualável.

 

Pai 4

O pai 4 é o pai fortaleza. Os seus (a)braços acolhem qualquer medo e amparam qualquer queda dos filhos.

A segurança da sua família é a sua grande prioridade, e trabalha diariamente para que nada lhes falte.

Não sendo um pai de muitas palavras, é um pai preocupado. A sua dificuldade em expressão emocional é compensada na sua atenção constante e no cuidado com que prepara, ainda que em silêncio, o futuro dos seus filhos.

 

Pai 5

Se há pai aventureiro, ele é o pai 5. Amante da liberdade e da adrenalina, é o companheiro perfeito para os filhos que têm muita energia e que precisam de gastá-la, seja a fazer exercício, seja explorarem os seus limites outdoor.

Atividades diversas são uma constante e os fins-de-semana com este pai nunca são uma monotonia.

Por vezes, pode faltar-lhe alguma disciplina na sua forma de educar, o que, mais tarde ou mais cedo, se vem a revelar em alguma rebeldia em casa.

 

Pai 6

É o pai que consegue fazer o equilíbrio entre educar e mimar. Tem muito bem definidos os princípios educacionais para os seus filhos, bem como a necessidade de acolher os seus desafios.

Ainda que aparente ser exigente, é, na verdade, um pai extremoso que é capaz de fazer o que é preciso para garantir que os seus filhos têm todas as oportunidades de sucesso na vida.

Tem a capacidade de criar a sensação de casa onde quer que vá e isso é o que faz com que a sua família não viva sem ele.

 

Pai 7

Pai de poucas palavras, é atento e observador. Sabe ler os seus filhos à distância e a sua forma de educar funde-se na postura pai/professor.

É comum ver o pai a incentivar nos seus pequenos o gosto pela leitura ou a reforçar a importância de se estudar “para se ser alguém na vida”.

No fundo, o pai 7 imagina os seus filhos a serem pessoas íntegras, de valores e que sejam capazes de pensar por si, ideais pelos quais rege também a sua vida.

 

Pai 8

É o típico pai “chefe de família”. Por norma, funciona como inspiração para alcançar objetivo e sucesso. Por isso, os filhos do pai 8 costumam estar inscritos no desporto escolar ou qualquer tipo de atividades extracurriculares.

Não há nada mais importante para um pai 8 do que sentir orgulho nos filhos e faz o possível e o impossível para lhes dar uma qualidade de vida, sobretudo aquela que nunca teve.

Talvez por isso, goste de presentar os filhos ou compensá-los pelos resultados ou boas ações. No entanto, apesar de ser uma pessoa de bem materiais, reconhece a importância, acima de tudo, de ajudar os filhos a sentir-se reconhecidos pelo seu próprio valor.

 

Pai 9

Este pai nunca tem só um filho…pois é facilmente “adotado” pelos amigos dos filhos por ser o pai “fixe” e que está sempre presente.

Poder ajudar os filhos a transformarem-se em seres e, mais tarde, adultos íntegros e conscientes é a grande missão deste pai. Nada mais lhe enche a alma do que ver os seus pequenotes a seguirem o seu legado de amor e generosidade.

Por outro lado, é um pai que tende a parecer “perfeito”. Por isso, com o tempo, vai percebendo que os seus filhos, agora crescidos, merecem ver também o seu lado frágil. Esta abertura emocional à vulnerabilidade ajuda a fechar o círculo, e, por isso, o pai 9 costuma ser mimado pelos filhos até ser bem velhinho.

 

Com Amor ♡,

Ana Sequeira

Numerologia na Vida - Inspiração

Guia Mensal Gratuito de Orientações Numerológicas

Recebe gratuitamente no teu email, as orientações e energia numerológica de cada mês e o que deves evitar para ultrapassares os obstáculos que vão surgir⁠.

.
Numerologia na Vida - Inspiração
Comentários
Numeros-Repetidos-eBook-Gratuito-Ana-Sequeira-Numerologia

eBook Gratuito

Costumas Ver

Números Repetidos

Faz já o download GRATUITO do E-book e descobre o significado da mensagem que estás a receber.

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This