Acabados de aterrar no mês de outubro, é tempo de começarmos a falar sobre dos desafios da vibração 8 - presente em outubro e em 2024- , e pensei fazê-lo apresentando-te, uma a uma, as grandes lições do 8. 

Que te parece? 

Hoje, ao almoço, falava com o Miguel sobre o 8 e as suas muitas nuances (ele tem um caminho de vida 8, portanto este ano vai ser importantíssimo para ele!).

Dizia-lhe que a solução para a maior parte dos bloqueios do 8 - entenda-se, dinheiro, sucesso, reconhecimento, valorização pessoal, etc… - passa por adquirimos a capacidade de por este 8 a fazer o pino. 

O que quer isto dizer?  

Basicamente, inverter todos os princípios que regem este número e que tendemos a viver em desequilíbrio, logo ao contrário. Na verdade, se pensarmos bem, não é à toa que o 8 tem a forma que tem. O próprio grafismo do número descreve a facilidade com que podemos invertê-lo e quase nem darmos por isso, caindo facilmente nas suas armadilhas.

Mas, também a facilidade com que cada um de nós se pode “endireitar e encaminhar”. 

Vamos entender então melhor o 8, usando o seu grafismo. 

De forma equilibrada, o 8 tem três pontos de alinhamento fundamentais:

  • O teu topo. O círculo que se forma na parte superior, que toca o céu, e que reflete a nossa capacidade para sonharmos, nos inspirarmos, imaginarmos e usarmos a nossa capacidade intuitiva, mental e emocional (sim, as emoções não se processam no coração…) para projetarmos a nossa existência.
  • A sua base. O círculo inferior, o que toca a terra, e que reflete a nossa conexão ao material, às ações na prática, aos resultados que obtemos. Também, o nosso corpo físico.
  • O centro - ponto de interseção e inflexão. O verdadeiro ponto de equilíbrio. A origem e motor do movimento. Representa o poder pessoal, a união entre céu e terra, entre plano e ação,o equilíbrio entre dar e receber. 

O equilíbrio do 8 é, portanto, um movimento que se dá a partir do centro, num fluxo ininterrupto entre o céu e a terra, entre a nossa inspiração e a ação, entre dar e receber. 

No entanto, quando vivemos este 8 está ao contrário, como é tão comum, temos pouca força neste ponto central. Ficamos com uma energia mais baixa, mais material, mais “realista”, menos inspirada e mais no “fazer, fazer”. 

Falta-nos a capacidade de sonhar, imaginar, criar e projetar. Vivemos apegados e presos ao que existe em vez de ousar criarmos o que quer que exista. O nosso poder pessoal está descentrado, com falta de energia e incapaz de fazer movimentar o fluxo de energia através do seu ponto de inflexão. 

Resultado? Andamos cansados, drenados e desnorteados. Desejamos que surjam as oportunidades em vez de as criarmos. Estamos em escassez e incapaz de nos alinharmos com a abundância, de dentro para fora. 

Faz-te sentido?

É sobre estes segredos do 8 que vamos falar na “IMERSÃO 2024”, o programa em que vou ensinar-te todas as técnicas para equilibrares o 8 na tua vida e na prática.

Clica aqui e junta-te a nós na Imersão 2024! 🌟

 

Com Amor ♡,

Ana Sequeira

Mapa Numerológico de Propósito-Numerologia na Vida
Numerologia na Vida - Inspiração

Orientações
Numerológicas
Mensais e Semanais

Recebe gratuitamente no teu email, as orientações e energia numerológica de cada mês e semana e o que deves evitar para ultrapassares os obstáculos que vão surgir⁠.

Numerologia na Vida - Inspiração
Comentários
Numeros-Repetidos-eBook-Gratuito-Ana-Sequeira-Numerologia

eBook Gratuito

Costumas Ver

Números Repetidos

Faz já o download GRATUITO do E-book e descobre o significado da mensagem que estás a receber.

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This